Ter05302017

Última atualizaçãoSeg, 29 Mai 2017 2pm

Comunidade

Poeira

Prefeitura de congonhas notifica mineradoras

Administração Municipal cobra medidas para amenizar a poeira.

O Governo Municipal tem fiscalizado as ações das empresas mineradoras em Congonhas/MG. Por meio da Diretoria de Meio Ambiente, a Prefeitura notificou a Ferrous, Ferro+, CSN e Vale à respeito da nuvem de poeira que atingiu a cidade nesse domingo, 14. As empresas têm 20 dias para explicar o que ocorreu e apresentar um plano de ação para que casos como esse não se repitam. Se as medidas não forem apresentadas no prazo estipulado, as mineradoras podem ser penalizadas. Até outubro uma rede de monitoramento da qualidade do ar deve ser implantada no Município.

Segundo o secretário municipal de Desenvolvimento Sustentável, Christian Souza Costa, a rede de monitoramento da qualidade do ar será fundamental para responsabilizar as empresas. "Com essa rede vamos saber exatamente o nível de poluição que atingiu a cidade e de onde essa poluição está vindo. Esses dados, que também estarão nas mãos do Governo Estadual, por meio da Fundação Estadual de Meio Ambiente (FEAM), darão mais consistência na hora de multar as mineradoras. Estaremos amparados por esse registro", explica.

Rede de monitoramento da qualidade do ar
Em julho do ano passado, a FEAM, o Ministério Público de Minas e as empresas Vale, Ferrous e CSN firmaram um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para a implantação de uma rede de monitoramento da qualidade do ar em Congonhas, que garantirá a correta aferição da emissão de partículas poluentes. Os dados gerados pelos equipamentos serão monitorados pela FEAM. Os parâmetros analisados serão partículas totais em suspensão, partículas inaláveis, direção e velocidade do vento, pressão atmosférica, volume de chuvas, radiação solar global, umidade relativa do ar, entre outros.

Os equipamentos vão começar a ser instalados em junho e até outubro deste ano todo o sistema deve entrar em funcionamento. Os equipamentos oferecem dados técnicos, que serão disponibilizados diariamente no site da FEAM, para que possam ser acompanhados pela população.

Foto:SECOM/ PMC - Divulgação /