Seg06262017

Última atualizaçãoQui, 22 Jun 2017 6pm

Cultura

Festival de inverno

Cidades de Ouro Preto e Mariana exalta a grandeza do barroco mineiro

Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana traz obras de artistas e artesãos das tricentenárias cidades realizadoras do evento

Com ênfase na religiosidade que permeia o barroco mineiro, o Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana - Fórum das Artes 2014 apresenta a exposição Inspirações do Barroco Mineiro. A mostra reúne obras de artistas marianenses que, sob a inspiração de grandes nomes como Aleijadinho e Mestre Athayde, uniram-se para fazer a releitura desta que é a principal manifestação artística surgida no auge da exploração do ouro no século XVIII.

Aberta à visitação até o dia 20 de julho, de 8h às 17h, na galeria de exposições da Câmara de Vereadores de Mariana, a mostra é uma iniciativa da Associação Marianense dos Artistas Plásticos (Amap), em que artistas contemporâneos fazem uma releitura do barroco mineiro, apresentando representações de anjos com traços mulatos, negros e indígenas, utilizam cores fortes na policromia e o jogo de luz e sombra em suas pinturas, gerando um novo estilo artístico na contemporaneidade. 

"Arte que se revigora" é um conceito que resume a ideia do trabalho desenvolvido para a exposição, que contempla os trabalhos expostos. Os membros da Amap Thyko Oliveira e Eduardo Campos explicam que é a segunda vez que a associação participa do Festival de Inverno. Para eles, é uma forma de difundir a arte e os artistas locais não apenas para a comunidade local, mas também para turistas de outros estados e países. 

Na exposição, o público tem a oportunidade de acompanhar "ao vivo" os artistas produzindo suas obras e também acompanhar o trabalho final. O artista Geraldo Zuzu explica que o que fazem é “uma releitura, não com aquela função do que foi o barroco, mas com uma função decorativa". Segundo ele, o grande diferencial é que a arte no século XVIII invocou a dor, porém, hoje, trata com leveza, na tentativa de fazer com que a casa das pessoas seja uma ambiente agradável.

TECENDO A HISTÓRIA

Grupo Devoções: cultura e arte manual, patrimônio ouro-pretano no Festival

Colchas de retalhos, almofadas de chitão, panos e colchas de poemas líricos, caixas e bolsas bordadas em patchwork. O trabalho das bordadeiras do Grupo Devoções exibe, de forma viva e elegante, as tradições culturais, religiosas e artísticas de Ouro Preto. Composto por artesãs de Ouro Preto e região, o grupo também produz peças de cunho religioso, como estandartes, relicários e escapulários, além de toalhas com bordados antigos e bonecas de lã. Inspiradas na temática do Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana - Fórum das Artes 2014, Entrecorpos, as artesãs confeccionaram produtos artísticos especialmente para o evento. 

A sutileza nos detalhes das peças aborda a arquitetura de Ouro Preto e suas raízes e procura, também, traduzir e mostrar um pouco da cultura de Minas Gerais. Para integrar a programação do evento, está sendo realizado um Ateliê Aberto do Grupo Devoções em que serão expostos os trabalhos das artesãs. A exposição acontece durante todo o Festival, de 4 a 20 de julho, no Salão Diamantina do Centro de Artes de Convenções da UFOP. Com o Ateliê Aberto, o público pode conferir o processo criativo dessas mulheres, que estarão montando peças.

Célia Antunes é umas das artesãs que ajudou na confecção do material feito e acredita que a oportunidade da exposição é importante para a divulgação do trabalho: "Essa é uma chance de mostrar o valor do que produzimos e dar destaque aos nossos produtos. É um prestígio muito grande participar da programação do Festival, que têm grande influência cultural nessas cidades".

Com a intenção de garantir a preservação do trabalho manual na comunidade ouro-pretana e na região e também entre turistas, o Devoções valoriza a tradição e o fazer manual. A proposta do grupo é oferecer, além de uma opção de trabalho, renda e oportunidade para os artistas locais.

A programação completa está disponível no site do evento: www.festivaldeinverno.ufop.br. O Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana - Fórum das Artes 2014 é uma realização da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), das Prefeituras de Ouro Preto e Mariana e da Fundação Educativa Ouro Preto (Feop). O evento conta com o patrocínio de Vale, Gerdau, Cemig, Oi e Samarco, por meio da Lei Rouanet e da Lei Estadual de Incentivo à Cultura. 

Foto:  Divulgação / Exposição exalta a grandeza do barroco mineiro

Hélcio Queiroz

 Uma nova exposição em Ouro Preto

Artista lafaietense mostra “Construções Fotográficas” no Espaço Cultura Tabu 

O artista plástico e designer gráfico Hélcio Queiroz está expondo novamente em Ouro Preto, durante os meses de junho e julho. “Construções Fotográficas” é a sexta de uma série de mostras que o artista já realizou no Espaço Cultural Tabu nos últimos doze anos, sempre na época do Festival de Inverno. 

Neste ano, o tempo de exposição é mais longo, abrangendo também o período da Copa do Mundo. O evento esportivo tem levado à antiga Vila Rica um grande número de visitantes brasileiros e estrangeiros interessados em história, cultura e arte.

Nesta exposição, Hélcio mostra novas criações da série “construções fotográficas”, na qual vem trabalhando nos últimos anos. Para produção das obras, o artista parte de fotografias e constrói, digitalmente, estruturas circulares, semelhantes a mandalas, nas quais explora as cores, formas e texturas das imagens originais. Abstratas, coloridas e bastante lúdicas, as obras são reveladas em papel fotográfico e emolduradas ou impressas diretamente sobre MDF e recortadas a laser, em forma de círculos, rosáceas ou nuvens. Dentre os motivos fotografados e usados nas obras estão objetos diversos, alimentos - como bananas e pimentões - e artes - como grafites e bordados. Os bordados fotografados fazem parte de uma coleção de almofadas que está sendo lançada por sua mãe - Maria Augusta, diretora da AMAR - e que também fazem parte da exposição, exibidas em uma mala e um baú antigos. 

Hélcio Queiroz nasceu em Conselheiro Lafaiete, MG, onde vive atualmente. Morou em Ouro Preto no final dos anos 80, quando começou a estudar Engenharia Civil (na UFOP), curso que mais tarde trocaria pelo de Design Gráfico (na Faculdade de Artes Plásticas da FAAP - Fundação Armando Álvares Penteado), em São Paulo, SP, formando-se em 1995. 

Trabalha como autônomo com arte e design. É coordenador do Ponto de Cultura AMAR - associação de moradores dos bairros Angélica e Albinópolis, da qual foi um dos fundadores, há 15 anos. Nesta entidade, Hélcio também coordena o Projeto Gentileza e ministra aulas de mosaico e grafite que resultam em painéis públicos de arte coletiva. Este trabalho de gentileza urbana foi tema de uma reportagem do programa global Terra de Minas, exibido no ano passado e reprisado há poucos dias. 

Na página do artista no Facebook (www.facebook.com/artehelcioqueiroz), é possível conhecer e adquirir as obras, ver fotos da exposição e também acompanhar a programação do Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana, que acontecerá de 4 a 20 de julho.

Serviço:

Exposição de artes plásticas “Construções Fotográficas”, de Hélcio Queiroz

período: 12 de junho a 20 de julho, diariamente, das 14 às 19 horas

local: Espaço Cultural Tabu - Rua Direita, 168, Centro, Ouro Preto, MG

entrada: franca

contatos: (31) 8672-2066 / O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. 

Facebook: www.facebook.com/artehelcioqueiroz 

apoio: República Tabu

Foto: Editoria de Arte 

Festival de Inverno da UFSJ

Lafaiete é incluída na programação oficial  

Fonte: PMCL 

Pela primeira vez a cidade de Conselheiro Lafaiete foi incluída no roteiro do Inverno Cultural organizado pela Universidade Federal de São João Del Rei (UFSJ) a ser realizado de 19 de julho a 02 de agosto.

Por meio de convênio firmado com a Secretaria Municipal de Cultura o evento, o festival cultural consolidado como uma importante iniciativa de divulgação da arte e da cultura em Minas Gerais, terá a participação de Conselheiro Lafaiete, com atividades na cidade nos dias 25, 26 e 27 de julho. 

Em Lafaiete

Lafaiete receberá 8 (oito) ações culturais sendo, uma peça teatral do grupo gaúcho Corsários Inversos, um show musical de pop rock com a banda mineira "Os Machados" e um show do grupo de chorinho  "Chora Gervásio". Também acontecerão em Lafaiete ums oficina de três dias de Maracatu, laboratório de astronomia, mostra de curtas metragens, exposição de painéis fotográficos sobre a ditadura militar e uma intervenção de química com mímica para adolescentes e jovens. 

De acordo com a secretária municipal de Cultura, Mauricéia Aparecida Ferreira Maia todas as atividades são gratuitas e para a realização do evento serão utilizados espaços como praças públicas, o Museu e Arquivo Antônio Perdigão, o Solar do Barão de Suaçuí, a Casa de Cultura, dentre outros. 

Mauricéia explicou que a parceria firmada com a UFSJ é o primeiro passo para se firmar um convênio maior, assim como acontece com outras cidades que já participam do Inverno Cultural. “Desde o ano passado o município formalizou junto a UFSJ o desejo de participar do Inverno Cultural. Esperamos que nos próximos anos Lafaiete seja contemplada com mais eventos para a gente fortalecer o mês de julho”, frisou a secretária. 

Ainda no mês de julho estão programados eventos já  tradicionais na cidade como o Festival de Congado; o FACE (Festival de Artes Cênicas de Lafaiete) e o Festival de Seresta. 

Foto: PMCL 

Cidade de Ouro Branco

Matriz de Santo Antônio iluminada 

A igreja da Matriz de Santo Antônio ganhou recentemente uma nova iluminação externa para valorização do templo religioso. Toda obra tem uma fiscalização do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

O novo projeto de restauração vem acompanhado de um sistema de áudio e vídeo, monitorado com um novo sistema para segurança de combate a incêndio e proteção contra descargas atmosférica. 

Conforme afirmação do especialista em gestão do patrimônio cultural da cidade jornalista Éverlan Stutz, todos os elementos artísticos da igreja têm previsão para serem restaurados até o mês de outubro de 2014. 

Conforme determinação do cronograma de obra, as próximas etapas serão o telhado, portas e janelas.  O restauro da Matriz conta com o apoio do BNDES, CEMIG, Governo de Minas, Lei Federal de Incentivo á Cultura e Governo Federal.

Foto: Ilustração/ igreja Matriz de Santo Antônio em Ouro Branco 

 

Só restam agradecimentos

Novas imagens do grande evento CDL

Para participação do prêmio Mérito Lojista 2014, muito trabalho, amor pela profissão, dedicação e um grande agradecimento a competente e preciosa equipe do nosso “staff profissional”.

Leia:  http://www.estadoatual.com.br/index.php/cultura/107-geral/546-noite-de-gala

Na administração interna, Patrícia Janaína com formação na área de Administração de Sistema de Informação pela UNA-BH; na manutenção técnica hardware, software e sistemas operacionais Artur Gonçalves, graduando em Engenharia de Mecatrônica pela USJF; hospedagem & desenvolvimento de Sites (Lafaweb) André - graduado em Engenharia de Sistema UNIPAC-Lafaiete;  Colaboradores  Alair Xavier Repórter Fotográfico;  Dani Costa – Colunista Social e Jornalista Carlos Pacelli – Editor Chefe graduado em Comunicação Social pela UNIPAC-Lafaiete. 

Por fim, o maior incentivo certamente registrado em nossa página, vem por parte de todos os anunciantes e apoiadores do nosso projeto, que neste ano de 2014, completa 12 anos. Ao público leitor, um grande muito obrigado e a certeza que estaremos trabalhando sempre mais. 

Aos colegas do Fato Real primeiro no ranking e Site Lafanet pela terceira vez, desbancando mais de 14 sites regionais, nosso eterno agradecimento por fazer parceria nesta estrada do mundo online. 

Somos todos grandes vencedores neste universo da informação. As colegas Gina Costa e Alexandra (Fato Real); Michel Ank  e Daura Ank  ( Lafanet.com) um abraço respeitoso nesta eterna disputa popular. 

Fotos: Colunista Social – Dani Costa / Imagens da entrega do prêmio Mérito Lojista 2014

Cultura de Congonhas

Uma mostra aos turistas na Copa

Por: Secom

Os turistas que já estão em Belo Horizonte para assistirem aos jogos da Copa do Mundo, conheceram um pouco da cultura das cidades históricas mineiras no último sábado, 7, na praça da Liberdade. Congonhas, e outras 24 cidades patrimônio cultural mundial expuseram artesanatos, fotos e produtos típicos do interior.

No estande de Congonhas, pela manhã o “chá de Congonha”, planta que deu origem ao nome da cidade foi distribuído aos turistas, que apreciaram de olhos atentos as cruzes de Santa Cruz em papel crepom e conheceram o artesanato em bordado do grupo de Lobo Leite, Pata da Loba.

À tarde, o ator José Felix Junqueira, se vestiu como um dos profetas do mestre Aleijadinho, atraindo olhares de curiosos que experimentaram também deliciosas quitandas de Congonhas. Enfeitando o estande, fotos criativas dos alunos da rede municipal vencedores do concurso fotográfico, “Bicentenário do Aleijadinho”,

Durante todo o dia apresentações de congado e chorinho. Ao final da tarde, Fernanda Takai foi a principal atração com canções consagradas da carreira e da MPB, acompanhada da orquestra de Ouro Preto.

O 1º Encontro Mineiro do Patrimônio Cultural integra o calendário do “Ano do Barroco Mineiro e Bicentenário de morte de Aleijadinho”. Uma iniciativa do Governo de Minas, por meio das secretarias de Estado da Cultura e de Turismo e Esporte, em parceria com a Assembleia Legislativa de Minas Gerais. O evento foi promovido pelo O Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais – IEPHA/MG e teve apoio da Gerdau. Praça da Liberdade vai se transformar no maior “livro de histórias a céu aberto”

 Foto: PMC

Noite de gala

Prêmio Mérito Lojista 2014 

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Conselheiro Lafaiete (CDL-CL) realizou na noite de sexta-feira (30/05) uma festa de gala, para a entrega oficial do Mérito Lojista 2014. A cerimônia teve início às 20:00 horas,  no salão de Eventos do Clube Dom Pedro II. No segmento Site, o Jornal Estado Atual, permaneceu no ranking dos melhores. 

“Pela terceira edição, estamos como empresa vice-campeã de um prêmio, onde o maior juiz foi o povo.” Comentou o jornalista (JP) Carlos Pacelli, Editor Chefe da redação do jornal (Foto).  

Conheça como o prêmio foi elaborado 

O prêmio realizado bienalmente por meio de pesquisa de opinião pública, atuou em diversos bairros da cidade e o resultado destacou as três primeiras empresas nos diversos segmentos do comércio e prestação de serviços. 

A pesquisa 

Para realização da pesquisa de opinião pública, a CDL-CL contratou a empresa -CP2, Consultoria , Pesquisa e Planejamento Ltda.  inscrita no CNPJ/MF sob o nº 226425550001-05.  Com 27 anos de atuação em todo território nacional, a instituição tem no seu portfólio clientes como, General Motors do Brasil, Unimed BH, Andrade Gutierrez, Grupo Votorantim, Fiat, Colégio Santo Agostinho, Usiminas, Jornal O Tempo, Presidência da República, Governo de Minas Gerais, Fundep, Correios e desde 1988 presta os serviços de pesquisa político-eleitoral para eleições municipais, estaduais e candidatos presidenciais no Brasil. 

Da redação 

Diretores do Prêmio Mérito Lojista 2014, demonstraram com seriedade e competência, a organização de um megaevento. Respeitado por critérios de honra e transparência, o CDL-CL, não esta de parabéns somente pela organização, mas principalmente por buscar a cada momento, atender melhor o seu consumidor final. Nosso empresário precisa disto, ser reconhecido, para instituir o melhor atendimento a cada dia. 

Somente desta forma, o público consumidor pode se sentir seguro ao acreditar no produto oferecido. Com este propósito, quem ganha é o público, ao estar sempre consumindo o produto de uma empresa séria e competente, reconhecida pelo Prêmio Mérito Lojista 2014 - CDL-CL. 

Aguarde: Em breve, novas imagens da festa que selecionou os melhores .

Foto: Registro celular - Jornalista Carlos Pacelli - Imagens do evento, Prêmio Mérito Lojista 2014 realizado no Clube Dom Pedro II em Conselheiro Lafaiete 

 

Congonhas

Rota de turismo religioso

Fonte:  Secom/ PMC 

Está sendo instalada em Congonhas/MG a sinalização do projeto Caminho Religioso da Estrada Real (CRER), desenvolvido pela Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais. As informações são colocadas em totens distribuídos no centro, nos distritos de Lobo Leite e Alto Maranhão e no trajeto das igrejas Basílica do Senhor do Bom Jesus de Matosinhos e da Matriz de Nossa Senhora da Conceição.

O CRER foi elaborado a partir de um levantamento da intensidade do turismo religioso no país e nos atrativos de Minas Gerais. O Caminho Religioso da Estrada Real abrange 86 municípios, sendo 37 localidades na rota principal e 49 localidades na área de influência do projeto, com 1.033 km.

O Santuário da Serra da Piedade é o ponto de partida e de chegada do Caminho Religioso da Estrada Real (Crer). O projeto liga os santuários das padroeiras de Minas Gerais (Nª. Sra. Piedade) e do Brasil (Nª. Sra. Aparecida).

Os turistas poderão percorrer o caminho a pé, de bicicleta ou a cavalo. Para proporcionar maior segurança e conforto aos peregrinos, o caminho contará com pontos de apoio para descanso durante o trajeto. Além disso, serão disponibilizados mapas e guias. 

Foto: Secom/ PMC 

 

Antigomobilistas

Um grande evento na cidade dos profetas 

O Clube de Autos Antigos de Congonhas - CAAC convida a todos para participarem do 5º Encontro de Autos Antigos de Congonhas.

O evento será realizado entre os dias 31 de maio e 1º de junho na Romaria, ao lado da Basílica do Bom Jesus de Matosinhos, que abriga as célebres obras do Mestre Aleijadinho.

Acompanhe a programação:

31/05 - Sábado

8h - abertura da Secretaria do CAAC

12:30h Abertura oficial do evento

13h - Show com Expresso do Samba & MPB

17h - encerramento do dia

01/06 - Domingo

9h - abertura da Secretaria do CAAC

12h - show com a banda Samba de Casa

14h - apresentação da Corporação Musical Bom Jesus

17h - encerramento do evento

Foto: Arte Final / Divulgação do evento 

Sub-categorias