Busca

CSN terá de realocar moradores

quarta-feira, 24 de novembro de 2021 às 16:49 - por, redacao.

Área de risco em Congonhas


Justiça de Minas afirma que a segurança de uma barragem da empresa coloca os moradores de dois bairros em risco na cidade dos profetas.


A Companhia Siderúrgica Nacional- CSN terá de pagar um valor de R$ 1.500 por mês de aluguel para moradores que residem próximo a localidade de Casa de Pedra em Congonhas. Segundo o Tribunal de Justiça, não ficou comprovada a segurança da barragem da empresa e moradores não podem ser expostos ao risco possivelmente causados. Conforme um parecer técnico apresentado pelo Ministério Público Estadual, há uma série de falhas no monitoramento e na estrutura que afeta a área dos bairros Gualter Monteiro e Cristo Rei.

Para o Tribunal do Justiça de Minas Gerais, como não é possível determinar se a barragem irá se romper ou não, é necessário garantir a segurança das famílias. Moradores agora serão realocadas para outras residências, custeadas pela empresa. Conforme as primeiras informações a siderúrgica afirmou que ainda não foi notificada da decisão do TJ. Um laudo divulgado em setembro deste ano informou oficialmente a estabilidade total da estrutura.

Um estudo da CSN apontou que, no caso de rompimento, cerca de 350 casas e mil e quinhentas pessoas seriam atingidas. 

Por meio de nota, a siderúrgica afirmou que não foi notificada da decisão do TJ. A CSN também declarou que um laudo emitido em setembro deste ano confirmou a estabilidade da estrutura.

Foto: Divulgação Internet / Ramon Lisboa – D.A Press