Busca

População se orgulha

sexta-feira, 03 de agosto de 2018 às 11:43 - por, redacao.

Em Barbacena


Município sanciona lei que regulamenta porte de arma aos agentes de segurança.


A Prefeitura da  cidade próxima de   Barbacena/MG sancionou nesta última semana a lei que regulamenta a utilização de armas letais e não letais por agentes da Guarda Civil Municipal. A sanção do projeto de lei foi publicada em Diário Oficial. Com a medida, os integrantes da guarda têm autorização para utilizar, além dos tipos de arma pré-estabelecidos, instrumentos que tenham menor potencial ofensivo. Dentre os itens permitidos, estão pistolas calibre 380, espingardas calibre 12, armas de choque, lançadores de granada de efeito moral, gás de pimenta, cassetetes e algemas.

Conforme o comandante da Guarda Civil Municipal, Itamar José de Souza Júnior, a medida é de grande importância para a realização de determinadas atividades da instituição. “Em ações de policiamento ostensivo, o agente precisa estar preparado para atuar de forma plena na defesa dos cidadãos”, afirmou.

Porém, a lei assegura que a liberação dos armamentos para os agentes “dependerá de prévia capacitação técnica e aptidão psicológica”, o que dependerá por sua vez da realização de um curso credenciado e da emissão de um laudo psicológico por um profissional credenciado pelo Departamento de Polícia Federal.

Com isso, o comandante garante que todos os agentes passarão por uma preparação que os deixarão aptos a manusearem os armamentos. “Os agentes passarão por treinamento intensivo, além de serem avaliados amplamente, até que possam utilizar qualquer equipamento no dia a dia”, disse.

Em dezembro de 2017, o Exército autorizou a utilização desses equipamentos no desempenho das funções dos agentes. A lei assegura ainda medidas de controle, armazenamento e práticas diárias de utilização adequada dos equipamentos por parte dos integrantes da Guarda Municipal.

Apesar de a lei começar a valer logo após a data de publicação, não há data definida para que os agentes comecem a trabalhar com os novos equipamentos.

(Fonte – Portal G1)

Da Redação

O que falta para que a mesma entidade existente em Conselheiro Lafaiete, acorde.  Hoje por algumas ingerências,  poucos servidores desta área, transformam o próprio trabalho em um circo inoperante de ações não verdadeiras, um total desrespeito a uma farda que poderia ser motivo de orgulho, para os moradores da nossa querida Conselheiro Lafaiete.

Simples atitudes como a maior participação dos GM´s  utilizando cães adestrados no combate a criminalidade, já seria importante no auxílio da segurança pública e patrimonial da nossa cidade.

Oremos! Pois enquanto isto, pedimos a Deus que alguém acorde e tome alguma atitude real, em favor da nossa Guarda Municipal de Conselheiro Lafaiete.