Busca

Obras em Destaque

quarta-feira, 09 de Maio de 2018 às 09:42 - por, redacao.

Em Congonhas


Prefeitura vai dar continuidade às obras de requalificação na área central.


O Governo Municipal, por meio da Secretaria de Obras, vai dar continuidade à requalificação da área central em trechos das avenidas JK e Marechal Floriano Peixoto. A exemplo do que já foi realizado em alguns pontos dessas vias, as calçadas serão ampliadas e revestidas com pedra miracema, madeira rosa e quartzo monolítico. Também vão obedecer aos critérios de acessibilidade. O serviço, que deve começar na próxima semana e tem previsão de ser concluído em seis meses, será tema de uma reunião com moradores e comerciantes, que vai acontecer nesta quarta-feira, 9, às 18h, na Romaria. A empresa aprovada em licitação para executar este serviço é a Construtora AGD.

Na av. Marechal Floriano Peixoto, no trecho que vai do Quarteirão até a Câmara Municipal, a obra será realizada nos passeios do lado esquerdo, no sentido Centro – Rodoviária. O local já recebeu o mesmo serviço em outros pontos e ganhou duas praças com mobiliário urbano, paisagismo e iluminação. A Rua Pacífico Homem Júnior também recebeu a requalificação.

Já na av. JK, no trecho que vai da Posto Ipiranga até a sede da Prefeitura, os trabalhos serão feitos nos dois lados. A recuperação e alargamento das calçadas também já foram realizados da Rodoviária até o sinal de trânsito da esquina com a rua Altari de Souza.

Congonhas segue tendência mundial

Elaborado pela arquiteta Maria Caldas e sua equipe, após amplo estudo no local das obras, a requalificação da área central de Congonhas visa a tornar a região mais funcional e com aspecto agradável. Este programa segue uma tendência mundial, dando prioridade de circulação ao pedestre. As calçadas largas permitem a passagem das pessoas com segurança, para que façam compras, paguem contas, frequentem bares e lanchonetes. As praças permitem a convivência e a realização de manifestações culturais.

Os traços arquitetônicos das intervenções remetem ao sítio histórico da cidade, entrando em harmonia com as obras geniais de mestres como Aleijadinho e Ataíde, sem concorrer com elas. Uma parte do eixo histórico já teve o asfalto trocado pelo mesmo tipo de pedra do primeiro calçamento da via.