Busca

Mulher ateia fogo no companheiro

segunda-feira, 14 de dezembro de 2020 às 13:55 - por, redacao.

Briga de andarilhos


Caso foi registrado no pontilhão na cidade de Barbacena


Na noite de sábado (12/12), por volta de 19h20, equipes de Bombeiros da cidade próxima de Barbacena/MG foram acionados para comparecer à rodovia BR-040, altura do km 697, proximidades do trevo de entrada da cidade, onde houve uma briga entre um casal de andarilhos que moram juntos em um barraco construído debaixo do pontilhão (Foto).

No local, militares verificaram que um homem de 41 anos, identificado como Ronaldo de Lima Pereira, procedente da cidade de São Bernardo do Campo/SP, após uma discussão com sua companheira de 31 anos, entraram em luta corporal quando em um dado momento, ela utilizando-se de uma garrafa com combustível (gasolina), ateou fogo no companheiro e posteriormente veio a se queimar com os respingos do combustível. 

Foto: Local onde foi registrado o caso

Quando os Bombeiros chegaram ao local, verificaram que o homem estava gravemente ferido, com queimaduras por todo o corpo (90%) principalmente no tórax e no abdômen e estava inconsciente; ele foi rapidamente socorrido e encaminhado ao Hospital Regional onde deu entrada em estado gravíssimo; a mulher com 20% do corpo queimado, também foi socorrida e encaminhada par atendimento no Hospital Regional. 

Segundo funcionários de um estabelecimento comercial próximo ao local, o homem chegou correndo nu até a entrada do estabelecimento pedindo socorro. Registro anteriores envolvendo o casal, teria sido registrado pela PM.

Na sequência, local onde ficava os mendigos foi incendiado

A morada dos andarilhos (foto) foi destruída num incêndio ao final da manhã deste domingo, por volta de 11h50. Bombeiros Militares foram acionadas para comparecer na rua Sena Madureira, bairro Andaraí, mais precisamente embaixo dos arcos do Pontilhão da linha férrea, onde alguns pedaços de madeira, cobertores e pedaços de papelão do local, onde estava o casal, foi tomado por chamas, ficando tudo queimado; cerca de 200 litros de água, foram gastos para controlar as chamas.