Busca

Poder legislativo busca explicação

segunda-feira, 25 de junho de 2018 às 16:54 - por, redacao.

Crime ecológico


Árvore cortada no centro da cidade de Itaverava.


Após denúncia do jornal ESTADOATUAL, a respeito de uma árvore cortada no centro de uma praça principal na cidade de Itaverava/MG, um Vereador do município, agora questiona oficialmente  o Prefeito Municipal, a respeito do fato que têm revoltado alguns moradores. A denúncia inicial foi registrada pela nossa equipe de jornalismo, única a se fazer presente, nas primeiras horas da manhã, guando alguns moradores perceberam no primeiro momento, a frondosa árvore cerrada parcialmente, pelo uso de um serrote.

Saiba Mais

https://estadoatual.com.br/comunidade/de-olho-cidade/crime-ecologico/

Nesta semana, moradores procuraram um vereador que diante de um comunicado oficial, busca agora informações sobre a participação da prefeitura neste fato, num questionamento objetivo, o vereador tenta encontrar respostas e culpados a respeito do caso.

Na integra

– Comunicado oficial

 

 CÂMARA      MUNICIPAL          DE        ITAVERAVA

 ESTADO DE MINAS GERAIS

 REQUERIMENTO 14/2018

No uso e gozo das atribuições que me são conferidas pela Constituição Federal, Lei Orgânica do Município de Itaverava e o Regimento Interno desta Casa Legislativa, venho apresentar requerimento à Presidência da Casa, para, ouvido o Plenário, solicitar informações à Secretária de Meio Ambiente sobre o corte da árvore na praça Juca Pena.

Confere-se o prazo de 15 dias.

 Justificativa

Cumpre ressaltar que a maioria dos cidadãos de Itaverava  estão revoltados  com o corte da árvore na praça Juca Pena.

Argumentam que nossa cidade possui poucas praças e jardins arborizados e que a árvore já contava com 18 anos.

Para muitos, a única árvore quebrava a austeridade de uma praça dominada por asfalto e construções.

Ao que parece, o corte parcial foi um ato atentatório contra a integridade da mesma, fornecendo depois justificativa para o seu corte total: o perigo que ela passou a oferecer ao  cidadão por estar o seu caule cerrado pela metade.

Notável a coincidência do corte da árvore na véspera da festa do itaveravense, de modo que induz o cidadão pensar que a mesma foi derrubada para ampliar a praça, o que não é justificativa, pois uma poda bem feita da árvore poderia ter perfeitamente ampliado a visão para as atrações que aconteceram no palco instalado na rodoviária.

Desse modo, venho por meio deste, requerer à Secretaria de Meio Ambiente apresentação de documentos que autorizem o corte da árvore que questão e demais informações que esteja sob o domínio da referida secretaria.

Requeiro ainda, as seguintes informações existiu autorização direta por parte do Prefeito Municipal? Foi um atentado ao Meio Ambiente? Se afirmativo para o último questionamento, que informe se existe investigação administrativa ou criminal em curso para apurar as responsabilidades.

Nestes Termos

Pede deferimento,

Itaverava, 19 de junho de 2018

Wagner de Carvalho leão

 Vereador

Fotos: Jornalista Carlos Pacelli / Corte da árvore – O fato deixou alguns moradores revoltados na vizinha cidade de Itaverava