Busca

Combate à febre amarela

quinta-feira, 01 de Fevereiro de 2018 às 17:45 - por, redacao.

Alerta


Prefeitura de C. Lafaiete amplia ações


Diante dos casos confirmados de Febre Amarela na região a Prefeitura de Conselheiro Lafaiete/MG, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, vem intensificando as ações de prevenção e monitoramento da febre amarela. Entre estas ações está a ampliação dos locais e horários para a vacinação. A orientação para quem nunca se vacinou contra a doença ou que tenha dúvidas se há comprovação do registro da vacina no cartão de vacinação que procure uma unidade de saúde para se imunizar.

Com o objetivo de facilitar o acesso da população à vacina a Secretaria de Saúde está disponibilizando a vacina em todas as unidades de PSF, além da unidade central. Portanto a orientação é que a população procure imediatamente o PSF mais próximo e regularize o cartão com a vacina contra a Febre Amarela. Somente a prevenção é capaz de combater a doença. A vacina é encontrada em todas as unidades de saúde da cidade, no horário de 7h às 17h de segunda a sexta-feira. Entre os dias 05 a 08 de fevereiro as unidades de PSF terão seus horários estendidos até as 19h para vacinação contra Febre Amarela.

A equipe de saúde dos PSFs, por meio dos agentes comunitários de saúde (ACSs) irão intensificar a busca ativa de cartões de vacina de casa em casa na sua área de abrangência. Será realizada vacinação da população descoberta pelos enfermeiros e técnicos de enfermagem. As doses estão disponíveis para maiores de nove meses de idade. As atuais diretrizes do Ministério da Saúde definem que quem tem uma dose contra a febre amarela comprovada na carteira de vacinação já está protegido. A vacina atende qualquer faixa etária, no entanto, pessoas com mais de 60 anos que apresentam problemas de saúde grave, precisam de avaliação médica para receber a vacinação.

Na zona rural os agentes irão avaliar a Carteira de Vacinação e administrar as doses de acordo com a situação vacinal de cada pessoa. A vacinação casa a casa está acontecendo desde o dia 17/01 em todas as localidades rurais do município e se entenderá até o dia 07/02/2018, sendo que no período de 29/01 a 05/02/2018 as equipes de saúde realizarão vacinação casa a casa também no horário de 16h às 20h, a fim de atender trabalhadores e moradores.

Além de vacinar a população a Secretaria da Saúde, por meio do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) e do Setor de Combate a Endemias está intensificando também a vigilância. O CCZ monitora a ocorrência de epizootias em primatas não humanos, por meio da identificação geográfica dos casos de primatas encontrados na área de abrangência de todo município. As ações de controle vetorial (combate ao mosquito transmissor da doença) na área urbana do município são realizadas pelos agentes de combate a endemias (ACEs). Qualquer situação suspeita devera ser comunicada aos setores responsáveis.
A Vigilância Epidemiológica acompanha a ocorrência de notificações dos casos suspeitos quando. No período compreendido entre 21/01 a 27/01/2018, foram registrados 02 (dois) casos suspeitos para febre amarela de pacientes residentes no município de Itaverava, que receberam assistência em Conselheiro Lafaiete, com pesquisa laboratorial em andamento.

A equipe de saúde (médicos e enfermeiros) do município que atuam na atenção básica da rede de pública e também profissionais da rede privada já foram orientados sobre a conduta diante de casos suspeitos. Eles participaram de curso de atualização/capacitação sobre arboviroses com enfoque para o manejo clínico para febre amarela e foram orientados sobre o fluxo de atendimento.  São inúmeras ações realizadas diariamente a fim de proteger a saúde da população e evitar casos da doença em Conselheiro Lafaiete. No entanto fica o alerta para que as pessoas procurem o PSF mais próximo para se imunizarem contra a doença que é grave e pode ocasionar óbito.

Outra orientação do setor de saúde é não agredir ou matar os primatas e caso encontre algum macaco morto acione imediatamente o Centro de Controle de Zoonoses – CCZ. Telefones de contato para mais informações: CCZ 3769-2229 / Combate a Endemias 3769-2555 / Vigilância Epidemiológica 3769-6021.